NOTA 1000 NA REDAÇÃO DO ENEM

Agora, tirar nota 1000 na redação do ENEM está mais difícil. A partir de agora, todas as redações que obtiverem nota 1.000 na avaliação de dois corretores serão examinadas também por uma banca de avaliadores. Esta banca será mais exigente por ser formada por três professores com título de doutor. O objetivo desta banca é verificar se o aluno realmente tirou nota 1000 através de uma verificação mais detalhada do textos. Desta forma, os estudantes que tirarem nota inferior a 999 não terão uma redação corrigida com tanto rigor. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Esta mudança ocorreu depois que os jornais publicaram as reproduções de redações nota 1.000 com erros grosseiros de ortografia como as redações contendo palavras como “trousse”, “enchergar” e “rasoavel” — e também com erros de concordância e pontuação. Os professores contratados pelo governo para corrigir as redações do ENEM chegam a corrigir 100 provas por dia ganhando R$ 2,35 por prova. Um psicólogo declarou na imprensa que é impossível manter o mesmo rigor e atenção com uma carga de trabalho tão grande em um pequeno espaço de tempo já que 2200 provas chegam a ser corrigidas por cada professor em 20 dias.

Fica mais fácil aprender e memorizar o conteúdo para o ENEM quando você fizer o Curso de Memorização e Leitura Dinâmica. Clique aqui e faça o curso pela internet. Você vai ler e memorizar 3 vezes mais rápido. Leia o nosso artigo sobre este Curso de Memorização para o Enem.
Se você gostou clique no botão . Para ser avisado quando novos conteúdos forem publicados cadastre seu e-mail clicando aqui ou assinar nosso feed. Compartilhe este artigo com seus amigos no Facebook, Twitter, Google e por e-mail:
LINKS PATROCINADOS
Compartilhe o artigo NOTA 1000 NA REDAÇÃO DO ENEM com seus amigos:

Para receber um aviso no seu email sempre que um novo artigo for publicado em nosso site cadastre seu e-mail e confirme o cadastro através da mensagem que enviaremos logo depois:

E-mail:

Comentários